20150528

Pós Palestra Potala (atualização em 01/06/2015)


I) Material Fonte 
https://youtu.be/KDoHMjuNVCs



Hatha –Yoga (Iyengar, 2001) Caminho para a realização e a união do indivíduo com a Alma Suprema por meio de uma disciplina rigorosa e do equilíbrio entre as energias solar e lunar no sistema humano.



Referências
Iyengar,B. K. S. (2001) A Àrvore do Yoga.São Paulo: Ed. Globo.
Le Page, Joseph e Lilian (2014) Mudras for Healing. Segunda Edição
http://experimentexto.blogspot.com.br/
http://yogaforhealthyaging.blogspot.com.br/
Wikipedia

2) Material fonte que ficou de fora por falta de tempo
Fáscia
‘O que entra pela carne jamais é esquecido.’ (ditado muçulmano)
Fascial Research German Spoken - English subtitles

+ sobre Yoga e Hatha Yoga
Darshana significa ‘ponto de vista’, os darshanas são 6, explicam o sentido da existência do ser humano e do Cosmos, estudam os diferentes aspectos da realidade, tendo como objetivo comum libertar o homem da ignorância, atingir a emancipação dos condicionamentos (moksha).
O vocábulo deriva da raiz drsh: ver, refletir, contemplar, compreender, e quer dizer literalmente ponto de vista, visão, compreensão, espelho. 
Yoga é um dos 6 darshanas ortodoxos; é um darshana prático. Se a pessoa fica pensando sobre Yoga e não pratica, não compreende o Yoga (= adquirir sabedoria), apenas obtém conhecimento sobre o que é Yoga.

Técnica do Hatha Yoga
usa o corpo como ferramenta para Moksha: como? Acessando, desestruturando os condicionamentos do inconsciente e do consciente pela alteração do posicionamento do corpo no espaço, sem que seja necessário uma abordagem racional destescondicionamentos ou dos fatos que geraram estes condicionamentos.

Bhoga ≠ Yoga assim como prazer ≠ satisfação assim como conhecimento ≠ sabedoria.
Um pouco de Hermógenes:
‘Yoga é disciplina iluminativa a serviço de uma extrema opção pelo Divino. É inteligente auto-reeducação que nos leva a um natural desapego dos efêmeros encantos da vida material. O anti-yoga, dos egoístas, dominados por mil desejos, apegos e aversões, arrasa com últimos vestígios de lucidez, e isso os arruina e os atrela à escravidão e à dor. O anti-yoga tem um nome: bhoga.
1 Eu me preocupo com e me entristeço pelos muitos que se atolam em bhoga, principalmente se, iludidos, supõem estar praticando Yoga. Use os “olhos de ver e ouvidos de ouvir” (viveka, discernimento) para não “cair em tentação” e
não chegar a “comprar gatos por lebres”. Não se deixe enganar. O falso Yoga e os “falsos profetas” andam muito ativos.
2 Bhoga se apresenta como uma metodologia fácil e sedutora; uma espécie de “caminho largo”, que conduz à servidão e à dor. O Yoga autêntico sempre foi e é a iluminada opção pela “porta estreita”, que conduz à “salvação”.
Difícil de atravessar, como o fio de uma navalha. Difícil é o caminho, dizem os poetas. Katha Upanishad
O bem é uma coisa; o agradável é outra. Ambos, servindo a diferentes necessidades, vinculam um homem. É bem sucedido aquele que, dos dois, optou pelo bem. Mas aquele que optou pelo agradável perde a meta. Tanto o bem como o agradável se apresentam ao homem. A alma tranquila examina-os bem e discerne. Eis que o sábio prefere o bem. Mas o tolo escolhe o agradável, por conta de sua ambição e avareza. Katha Upanishad, I:1, 2
3 Entrai pela porta estreita, porque larga é a porta e espaçosa a estrada que conduz à perdição, e são muitos os que por ela entram. Mas estreita é a porta e apertada a estrada que conduz à Vida, e poucos são os que a encontram. Mateus, 7:13,14
4 O Yoga é razoavelmente exigente, mas abre as portas à Luz e à Libertação. Bhoga é a submissão às trevas. Não sou eu quem afirma, mas os Mestres e as escrituras.
5 É extraordinária a austeridade e transcendente a sacralidade desse caminho para Deus. Dá para concluir que Yoga e atividade comercial e empresarial, exibicionismo e competição de contorcionismo estão em pólos opostos?! Dá para ver o quanto o Yoga hoje anda sendo desfigurado, desviado e distorcido?! Dá para ver o quanto o Yoga está longe dos que vivem em bhoga, dos que o confundem com atividade física, somente física?!
6 Neste ponto você poderá questionar: E o Hatha Yoga não é uma ginástica?
7 Supor que Hatha Yoga é simples ginástica tem prejudicado muito a imagem do Yoga. Tem levado quase todos a cuidar somente do corpo, ao fazer asanas e achar que estão praticando Yoga. É inegável que os asanas (posturas somato-psico-espirituais) realmente parecem com atividade física. Apenas parecem. Na verdade, porém, cada asana é uma atividade holística, pois exercita a vastidão de todo sistema que cada um de nós é e não somente um de seus componentes – o físico. Além do mais, não é algo repetitivo, mecânico, automático, orgástico, fatigante, digamos uma espécie de “malhação”.
8 Nenhum homem é apenas máquina. Nenhum iceberg é somente uma pedra de gelo que flutua. Algum dia não mais se falará em “educação física” ou “atividade física”.
9 A permanência do corpo em uma posição permite um eficaz acesso ao sistema nervoso autônomo, o que, em grande parte, explica os admiráveis resultados terapêuticos e as curas espantosas colhidos pelos praticantes de Yogaterapia.’
Sistema Nervoso Autônomo
3) Sugestões + para ler:
Hermógenes, José. Autoperfeição através do Hatha Yoga.
Hermógenes, José. Yoga para Nervosos.

* aulas para crianças

* TPM ( do mesmo modo que a TPM pode ser ‘curada’ pela abordagem adequada Hatha Yoga, outras síndromes e doenças crônicas também podem)

* as ‘diferentes metodologias’ de prática de Hatha Yoga contemporâneas vou usar um exemplo simples para dar meu ‘darshana’: se cada um de nós pegar uma receita de bolo simples, é muito provável que os bolos não fiquem exatamente iguais mesmo usando a mesma receita, ingredientes das mesmas origens e o mesmo fogão, e que alguns de nós façam pequenas modificações e/ou experimentações na receita, que vão modificar o sabor (rasa), tornando-a mais ou menos interessante o bolo simples para as pessoas. ‘Meu’ bolo do Hatha Yoga efeito com ‘receita’ de Hatha Yoga Clássico e de Método Iyengar e tem pitadas de Laban, Klauss Vianna, Método Bertazzo de Movimento, BMC, Bartenieff Fundamentals,GDS, Cadeias Musculares e Articulares.
Cada pessoa que resolve estudar profundamente o Hatha Yoga está fazendo uma receita de bolo simples cada vez que pratica ou estuda algo relacionado. Com o tempo, algumas pessoas sentem inspiração para mudar um pouquinho a receita. Portanto, nenhum luminar do Hatha Yoga é mais importante em detrimento de outro,mas cada um lança mais luz para a nossa compreensão total desta prática libertadora. Quem ainda não compreendeu a Potência do Hatha Yoga se preocupa com namarupa (nama=nome; rupa=forma), ambos atributos temporários, temporais.

* Sobre condicionamentos:!


Nenhum comentário:

Postar um comentário